Trincheira da avenida Ceará entra em fase de acabamento

As obras da trincheira da avenida Ceará chegaram à fase de acabamentos. Com 92% da construção concluída, a trincheira deverá estar liberada para o trânsito ainda no mês de dezembro.

As intervenções da implantação da passagem subterrânea contemplam estrutura da trincheira (paredes laterais de contenção, laje de fundo e as estroncas, que são elementos de concreto armado dispostos horizontalmente nas extremidades superiores das paredes laterais), pavimentação ao longo de seu eixo, implantação da casa de bombas (estrutura que realizará a drenagem pluvial da passagem subterrânea), pavimentação do eixo viário da avenida Farrapos (pavimentação sobre a trincheira) e alargamento da avenida Ceará.

Toda a estrutura da trincheira está concluída. No final de outubro, de acordo com o coordenador técnico das obras de mobilidade urbana, Rogério Baú, foi finalizada a laje de fundo da passagem subterrânea. Durante este mês de novembro, o alargamento da Ceará estará concluído. Para essa etapa ser finalizada, será executado o cruzamento da avenida Ceará com a rua 25 de Fevereiro.

Também neste mês, a pavimentação do eixo da avenida Farrapos estará finalizada. As lajes de concreto, que permitirão a execução dessa pavimentação, já estão concluídas, em processo de cura do concreto.

A finalização da implantação de casa de bombas e a pavimentação no eixo da trincheira estarão prontas até o final da primeira quinzena de dezembro. Em conjunto com esses serviços, estão sendo realizados os trabalhos de acabamentos da estrutura da passagem subterrânea (pintura, elétrica e sinalização).

Até o final do ano, a população de Porto Alegre e também da Região Metropolitana será beneficiada com a abertura da Trincheira para o trânsito de automóveis. Aproximadamente 75 mil veículos circularão diariamente no cruzamento viário (Ceará com Farrapos) que será transposto por meio da passagem subterrânea.

Para o secretário municipal de Gestão, Urbano Schmitt, a Ceará é uma obra com alto grau de dificuldade técnica. A trincheira encontrou, em suas fases de construção, diferentes desafios: o solo arenoso, o lençol freático, a vizinhança com o Trensurb e o trânsito intenso na região. Além disso, a proximidade com o aeroporto obrigou que parte das obras fosse realizada à noite. “Mas ela será de uma importância vital para qualificar o trânsito na entrada da cidade. Os benefícios para os motoristas serão consideráveis”, diz Schmitt.

Trincheira da Ceará
Dados da obra:
• Início: jan-13
• Extensão: 300 metros
• Custo: R$ 32 milhões
• Estimativa de conclusão: dez-16

Você também pode se interessar por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>