Tempo bom permite prefeitura avançar nas ações contra alagamentos

O tempo bom e o atraso na chuva que estava prevista para esta terça-feira, 20, favoreceram a instalação de geradores em seis casas de bombas da Capital. A medida faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Porto Alegre, que se prepara para a continuidade da cheia e para a previsão de mais chuvas na cidade e também nas regiões das bacias hidrográficas que alimentam o Guaíba. No fim da tarde desta terça, o prefeito José Fortunati e o vice Sebastião Melo reuniram-se com a força-tarefa que atua no atendimento às famílias atingidas pela enchente e pelos temporais.

Na reunião, a meteorologista do Sistema Ceic-Metroclima, Estael Sias, apresentou os prognósticos para os próximos dez dias, que mostram que o Guaíba deve se manter num nível mínimo 2,1 metros , ou seja, na cota de alerta, por um período prolongado. “Apesar de os modelos não apontarem volumes significativos para a Capital, temos previsão de muita chuva na região da Serra, em áreas das cabeceiras dos rios que alimentam o Guaíba, sem contar que ainda chega água do rio Jacuí e temos a persistência do vento Sul, que represa a água”, explicou Estael.
Com essa previsão, a instalação de geradores em seis casas de bombas da Capital, definidas em função da proximidade a comunidades carentes ou por serem áreas de prestação de serviços essenciais à cidade, garante a segurança dos moradores. “Mesmo que a possibilidade de temporais para esta terça-feira não tenha se confirmado, temos que estar preparados porque estamos vivendo uma situação dramática na cidade, com a cheia do Guaíba, e estamos passando por um período de chuvas com previsão de precipitações acima da média. A instalação dos geradores nos dá mais tranquilidade e deixa a população mais segura”, afirmou Fortunati.
Foram colocados geradores nas casas de bomba 1, na Rodoviária, atendendo ao Centro; na 5, próxima à Vila Farrapos; na 6; no bairro Anchieta, para atender ao bairro Humaitá; na 10, no bairro Sarandi; na 16, próxima ao Tribunal de Justiça do Estado, no bairro Praia de Belas; e na casa de bombas Sílvio Brum, próxima à avenida Sertório.  Na casa de bombas 2 (rua Câncio Gomes), que atende á Estação de Bombeamento do  Dmae no bairro São João, o equipamento não pode ser instalado por falta de viabilidade técnica, pois o guindaste e o equipamento são grandes demais para acessar o local. O Departamento de Esgotos Pluviais deve focar ações também nas avenidas Praia de Belas e no bairro Guarujá, onde persistem pontos de alagamento.

Você também pode se interessar por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>