Previsão de entrega do cercamento eletrônico do Marinha e da Redenção é para dezembro

Obras eram estimadas para 2014, mas atraso no aporte financeiro, pela União, comprometeu os projetos

A empresa Teltex Tecnologia trabalha nas obras de cercamento eletrônico dos parques Marinha do Brasil e Redenção, em Porto Alegre. Em agosto, a Prefeitura havia assinado termo de início da execução do projeto após um ano e meio de atraso no aporte financeiro. A intenção do Executivo era colocar em operação o serviço ainda em 2014.

Ao todo, serão instaladas 15 câmeras no Marinha e 26 na Redenção. Parte delas (11) já funciona – 6 na Marinha e 5 na Redenção. A previsão é de que os equipamentos entrem em operação em dezembro. Antes disso, ocorre a instalação de postes e de cabos específicos, para que comecem os testes.

As imagens captadas serão direcionadas para o Centro Integrado de Comando (Ceic). Pelo menos dois guardas municipais vão monitorar as imagens em regime de 24 horas, sete dias por semana. As câmeras conseguem captar imagens a mais de um quilômetro de distância.

Para o secretário de Segurança de Porto Alegre, coronel Juarez Fraga, os equipamentos vão proporcionar uma redução significativa de crimes contra a vida ou patrimônio público. “Normalmente tende a uma queda de quase 40%, de imediato. É a experiência que temos de outros locais, que já patrulhamos com videomonitoramento”, estima.

Atraso nas obras

O atraso para as obras, segundo o prefeito José Fortunati, decorreu da falta de repasses da União. Em maio retrasado, porém, a Prefeitura garantiu um financiamento junto ao Badesul, de R$ 1,7 milhão. A contrapartida do município é de R$ 170 mil.

Você também pode se interessar por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>