Guaíba baixa e famílias começam a retornar para casa

O Guaíba vem baixando rapidamente e no fim da manhã desta segunda-feira, 24, deixou a situação de alerta para o estado de atenção. As réguas automáticas, monitoradas pelo Centro Integrado de Comando da Capital (Ceic), estão marcando 2,10 metros, no Cais Mauá, e 1,57 metro, na Ilha da Pintada, sendo que o pico foi registrado no sábado, 2,65 e 2,22 respectivamente. Das 200 famílias que estavam abrigadas ou em casas de parentes e amigos, 147 já retornaram para suas moradias.

A Defesa Civil mantém o atendimento à população das ilhas e suas equipes estão verificando as condições das residências. Muitos moradores já conseguiram ir até suas casas para analisar a situação, fazer a limpeza e organizar seus pertences para o retorno. A previsão é que até terça-feira quase todas as famílias possam voltar para suas residências.

A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e o Centro Administrativo Regional (CAR) – Ilhas também trabalham no atendimento aos abrigados. Na Escola Estadual Alvarenga Peixoto, na Ilha Grande dos Marinheiros, permanecem 24 famílias. Na Ilha do Pavão, 2 estão acampadas e outra está abrigada na igreja. Na Ilha das Flores outras 26 famílias estão acampadas em área próxima às suas casas.
A Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda) está cuidando de 119 animais que precisaram ser resgatados. A previsão é de que na quarta-feira, 26, a situação já permita que eles sejam devolvidos aos seus tutores. A secretaria precisa da doação de papelão e jornais para melhor atender os cães e gatos em tratamento. É só ligar para o 3289-8900 ou levar diretamente na rua Uruguai, 155, 7º andar.

Previsão - De acordo com o Sistema Metroclima, do Centro Integrado de Comando de Porto Alegre, não há previsão, até quarta-feira, de ventos que possam represar a água do Guaíba e a tendência segue de baixa neste início de semana. Confira a previsão para os próximos dias.

25/10/2016 – Terça-feira: Aumento da nebulosidade no decorrer do dia. O sol até pode aparecer, mas a cobertura de nuvens aumenta muito e é alta a probabilidade de chuva, especialmente da tarde para a noite. Chance de trovoadas e ocasional chuva moderada a forte, mas de curta duração. Mínimas de 18°C a 20°C e máximas de 24°C a 26°C. Vento moderado a forte com rajadas do quadrante Leste.
26/10/2016 – Quarta-feira: Muitas nuvens e instabilidade. Períodos de chuva no decorrer do dia com prováveis trovoadas. Possibilidade de chuva moderada a forte de curta duração. Mínima ao redor de 19°C e máxima em torno de 25°C ou 26°C. Vento fraco a moderado.
27/10/2016 – Quinta-feira: Instabilidade prossegue. Muitas nuvens ainda com períodos de chuva e garoa, mas podem ocorrer momentos de melhoria com aberturas. Ingressa uma forte massa de ar frio para esta época do ano impulsionada por ciclone extratropical na região do Rio da Prata e esfria muito. Mínimas à noite, quando pode fazer 11°C ou 12°C em pontos mais altos da cidade. Máximas apenas ao redor dos 20°C. Vento moderado a forte com rajadas de Oeste e Sul no ingresso do ar frio.
28/10/2016 – Sexta-feira: Forte massa de ar frio e seco para o fim e outubro atua na área de Porto Alegre. O sol predomina em dia de temperatura baixa para esta época do ano. Mínimas de 9°C a 11°C e máximas ao redor de 20°C. Vento moderado a forte com rajadas do quadrante Sul.

Você também pode se interessar por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>